Escala Wilson-Mendonça

17/08/2010 16:47

A Escala Wilson-Mendonça é um modelo téorico-analítico criado pelo cientista social Gus "El furo-ojos" Mendonça e pelo farofeiro profissional Wilson. A escala responde à necessidade masculina de mensurar o nível de complexidade feminino. O modelo parte da premissa ontológica de que a complexidade feminina pode ser mensurada valendo-se alguns indicadores históricos e socioculturais. A Teoria Substantiva da Escala Wilson-Mendonça é dividida em dois instrumentos teórico: O modelo analítico Wilson-Mendonça e a escala Wilson-Mendonça per se.

 

Modelo analítico Wilson-Mendonça

Usando o método indutivo proposto por Bacon e Descartes, o modelo Wilson-Mendonça parte do princípio epistemológico da Economia Comportamental e mensura a complexidade feminina valendo-se de trinta perguntas simples. O modelo, partindo de extensa análise qualitativa e quantitativa empírica, atribui um valor para a cada resposta afirmativa. Seguem as perguntas propostas pelo modelo:

          1. Você participa de algum culto fundamentalista? (2 pontos)

          2. Você cursou Relações Internacionais? (7 pontos)

          3. Você tem irmãos/irmãs clinicamente insanos? (1 ponto)

          4. Seu QI é maior que 150? (2 pontos)

          5. Você é feminista radical? (5 pontos)

          6. Você assiste mais do que quatro horas de novela por semana? (10 pontos)

          7. Você já pensou em ser diplomata? (10 pontos)

          8. Você não reconhece que os Beatltes são a melhor banda de Rock da História? (10 pontos)

          9. Você fuma ou consome drogas? (6 pontos)

          10. Você é Emo? (10 pontos)

          11. Você joga Xadrez? (10 pontos)

          12. Você já cheirou Tang? (10 pontos)

          13. Você fez Ciência Política? (150 pontos)

          14. Você é vegetariana? (1400 pontos e um bifão)

          15. Você vai para a balada e perde o cinto/celular/comanda/compostura? (5 pontos)

          16. Você é fanática  pelo galo/porco ou outro time de futebol que atenda pela alcunha de algum anima? (10 pontos)

          17. Você acha bonito quando uma pessoa confunde a esquerda com a direita? (10 pontos)

          18. Você tem um medo irracional de sair de casa nos fins-de-semana? (10 pontos)

          19. Você mente sua cidade de origem e espalha por ai que nasceu em cidades exóticas, como Natal? (10 pontos)

          20. Você é obcecada com Bacon (a comida, não o filósofo)? (15 pontos)

          21. Você não reconhece que Nicolas Cage é o melhor ator de sua geração (10 pontos)?

          22. Você fuma, mesmo sendo vegetariana? (16 pontos)

          23. Você fez contabilidade? (10 pontos e um ábaco)

          24. Você curte atirar melissas em pessoas incautas, apenas por esporte? (19 pontos e um kichute)

          25. Você quer ou já quis ir para a Síria, a Coréia do Norte ou o Irã? (10 pontos)

          26. Você tem uma obsessão injustificada pelo Jacob Black? (1 ponto, meramente pro forma)

          27. Você refere-se aos colegas humanos como mongóis? (10 pontos e uma dança do robô)

          28. Você não curte as Brumas de Avalon? (10 pontos)

          29. Você acha ou já achou um Achan bonito? (100 pontos e uma visita às óticas varão)

          30 Você pega carona com um cara que claramente cultua o capiroto? (10 pontos)

 

A Escala Wilson-Mendonça

A Escala Wilson-Mendonça propriamente dita vale-se do modelo analítico Wilson-Mendonça e classifica o nível de complexidade feminina por meio de um escala numérica.

  • de 0 a 40 pontos: Baixa complexidade - Você claramente não existe ou tem problemas em contar a verdade;
  • de 41 a 60 pontos: Média complexidade- Você é um homem;
  • de 61 a 100 pontos: Elevada complexidade- Você mentiu apenas moderadamente no teste;
  • 101 a 200: Avançada complexidade (Mulher média) - Como fome, você pode matar;
  • 201 a 300: extrema complexidade - Você é mais complexa que o Batman;
  • Mais que 300 - Rita.

 

By Gus, preocupado com o número alarmante de achans

que ultrapassaram a marca dos 600 pontos

 

Tópico: Escala Wilson-Mendonça

Nenhum comentário foi encontrado.

Novo comentário